0 Shares 39 Views

Produção de Amora Preta de 2017 deve superar as 20 toneladas em Palmas, no PR

2 de novembro de 2017
39 Views

A produção da amora preta deve ser superior a 20 toneladas na safra 2017/2018 em Palmas, no Sudoeste do Paraná. A estimativa é dos produtores, que devem iniciar a colheita nos próximos dias. A fruta, além de bonita e deliciosa, traz uma série de benefícios à saúde, que vão da melhora da pressão sanguínea, ajuda na perda de peso e no fortalecimento dos ossos e até no combate ao envelhecimento.

De origem asiática, a amora preta é encontrada em diversos países que tem como características temperaturas mais frias. Em Palmas, a fruta foi introduzida há 14 anos, por iniciativa de Lurdes Loureiro Giotto. Dona Lurdinha adquiriu mudas em Pelotas (RS), ao sentir necessidade de buscar novas atividades e diversificar as culturas da propriedade, localizada a aproximadamente 10 quilômetros da área urbana da cidade.

“No começo não foi fácil, assim como nada é fácil de começar”, disse a agricultora, que hoje transferiu para o filho a responsabilidade de cuidar dos trabalhos da propriedade. “Entre estas dificuldades estava a falta de informação, que conseguimos superar graças aos técnicos da Embrapa de Pelotas”, relatou.

A propriedade de dona Lurdinha abriga atualmente a maior lavoura de amora preta do Paraná e é dotada de câmara fria, onde são armazenados e congelados os frutos. A produção é comercializada para diversas regiões do Brasil. “Nossas amoras são consumidas em vários estados”, disse.

O frio do inverno de Palmas foi muito bom para o desenvolvimento das plantas, mas as variações climáticas – excesso de chuva ou longa estiagem – devem prejudicar o rendimento das frutas, informa a agricultora.

Panorama
De acordo com o agrônomo do Instituto Agronômico do Paraná (Iapar), Wilson Acheski, Palmas tem 14 produtores (sete deles na região do Assentamento São Lourenço) que aderiram a cultura da amora preta. De acordo com o técnico do Iapar, apesar de gostar do frio, a fruta precisa de luz solar para ficar mais adocicada.

“Os produtores de Palmas, normalmente iniciam sua colheita a partir do dia cinco de novembro”, informou Acheski. Os frutos da amora, além de servirem para o consumo natural, podem ser usados na fabricação de doces, geleias, conservas, sucos, fermentos, polpas, sorvetes, iogurtes, tortas e bolos.

Bebidas
Além dos doces de dar água na boca, a amora preta de Palmas é utilizada para dar sabor a cerveja e espumante. O uso da fruta na produção das bebidas vem sendo desenvolvido por um grupo de acadêmicas do curso de Farmácia e estudantes de Tecnologia em Alimentos do Instituto Federal do Paraná (Campus Palmas).

Outra forma recente descoberta de usar a amora preta, é como planta medicinal, atribuindo o uso do fruto como um anticancerígeno, devido a grande presença de ácido elágico. A substância garante eficácia como auxiliar no combate à osteoporose, devido a concentração elevada de cálcio.

Em Palmas, a empresa Ciclos, do produtor Solano Salvador, produz diversos produtos a partir da amora, como uma Geléia Souvenir, que foi lançada este ano na 40ª Feira Estadual do Bezerro, exportando o produto para outras cidade e estados da região sul.

Adaptação
“A planta se adapta facilmente a diferentes condições climáticas, mas sempre se desenvolve melhor aonde for frio, como é o caso de Palmas”, ressaltou o diretor do Departamento de Agricultura e Meio Ambiente, Edson Cassaniga.

No Brasil, a amora preta, vem aumentando sua produção, mas ainda é pouco consumida, por se tratar de uma fruta mais amarga. A produção é indicada para produtores familiares, que vivem em regiões frias e apresentam um grande potencial para diversificação de culturas.

A amora-preta é a segunda espécie de frutas pequenas mais explorada no mundo, fica atrás somente do morango. “A cultura é apropriada para pequenos produtores familiares que se encontram em condições favoráveis para o cultivo, por isso queremos incentivar os produtores de Palmas a explorar ainda mais essa fonte de renda”, afirmou Cassaniga.

Os benefícios da amora preta

Além de bonita, com aparência delicada e deliciosa, a amora preta traz pelo menos sete benefícios à saúde, como veremos a seguir:

1- Melhora a pressão sanguínea
A amora é fonte de resveratrol, um antioxidante flavonóide importante para a regulação da vasoconstrição das veias sanguíneas. Seu consumo pode ser um grande aliado na prevenção de enfartes cardíacos e acidentes vasculares.

2- Reforça o sistema imunológico
A vitamina C, presente em abundância na amora, é conhecida por sua ação protetora contra doenças infecciosas. Ela reforça o sistema imunológico e é um poderoso antioxidante que prende os radicais livres produzidos por nosso organismo.

3- É benéfico para a visão
A retina também sofre com a ação dos radicais livres, que aceleram seu envelhecimento. Os carotenóides presentes em alguns alimentos, como é o caso da amora, ajudam a reduzir os danos causados, melhorando a visão e combatendo a catarata.

4- Ótima fonte de ferro
O ferro presente nas amoras é essencial para a boa circulação sanguínea. Ele é o principal componente da hemoglobina, responsável por carregar o oxigênio no sangue.

5- Fortalece os ossos
Juntamente com o ferro, a amora possui elementos essenciais para a regeneração de tecido ósseo.

6- Ajuda na perda de peso
Além das poucas calorias, a amora é rica em vitaminas que aceleram o metabolismo de carboidratos, proteínas e gorduras.

7- Combate o envelhecimento
A amora é um pacote completo de antioxidantes que tem potencial em neutralizar os radicais livres é também considerada uma proteção contra o câncer, doenças neurológicas, inflamações e infecções bacterianas.

Mais notícias para você:



Leave a Comment

Your email address will not be published.