0 Shares 5 Views

Ratinho Junior abre Hackathon 2017

20 de Abril de 2017
5 Views

O Hackathon Paraná 2016 terminou na tarde deste domingo, 09, nas dependências da Secretaria do Desenvolvimento Urbano e do Serviço Social Autônomo (SEDU/Paranacidade) com a premiação de duas equipes: a Caps e a Mobi Dataminer. Curitiba, 10/10/2016. Foto: Divulgação SEDU

Começa nesta sexta-feira (21), em Curitiba, o Hackathon Paraná 2017, que reúne programadores, designers e outros profissionais que atuam em desenvolvimento de software e projetos com soluções digitais relacionadas ao desenvolvimento urbano.

No domingo (23), a partir das 8 horas, acontece o DemoDay Paraná 2017, em que empresários e donos de startups apresentam seus negócios a investidores de diferentes áreas. O objetivo é a geração de novos negócios e networking (contatos em rede).  

Realizados pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano e o Paranacidade, os eventos reúnem mais de 100 participantes e se encerram domingo, com a entrega de prêmios aos três melhores qualificados do Hackathon e os três primeiros selecionados do DemoDay. Ambos os eventos acontecem na Secretaria do Desenvolvimento Urbano, no Centro Cívico.

“Com o Hackathon estamos incentivando talentos a colocarem suas ideias criativas, com soluções inovadoras, em favor da gestão pública, para facilitar e melhorar cada vez mais a qualidade de vida das pessoas”, diz o Secretário do Desenvolvimento Urbano, Ratinho Junior, ao participar da abertura do evento. “Já com o DemoDay, damos oportunidades a empreendedores”, explica.

“Sem dúvida, é uma grande oportunidade para as empresas divulgarem seus negócios e, ainda, investidores conhecerem novas startups, conversar com seus fundadores e fazerem networking”, reforça Daniel Romanowski, um dos coordenadores do evento.

A temática deste Hackathon Paraná 2017 é “Cidades Inteligentes”. A problemática desta edição só será revelada no momento da abertura do evento. Os participantes formaram equipes multidisciplinares, de até cinco integrantes, instruídas por mentores especializados, seguindo a metodologia Hackathon em busca de ideias inovadoras e com poder de romper ou alterar com o processo de algo (disruptivas).

Mais notícias para você:



Leave a Comment

Your email address will not be published.