Os candidatos a prefeito de Sarandi, município com aproximadamente 83 mil habitantes na microrregião de Maringá, irão se enfrentar em um debate no próximo sábado (22).

O evento, uma promoção das Igrejas Católicas, Ordem dos Pastores e Unisam, terá início às 9h nas dependências da PROMEC (Proteção ao Menor Carente de Sarandí).

Para o Padre Décio, coordenador geral do debate, “somente as mudanças ocorrerão, se o povo despertar da inércia, através da informação e discussão. Debater com candidatos a cargos políticos, temas de reais relevâncias à população, fomenta a Democracia e abre espaço para o exercício da cidadania”.

“A população consciente, vota consciente” e este é um dos objetivos que a comissão organizadora do debate propõe para a população em Sarandí-PR.

A formatação do debate entre os candidatos a prefeito se diferencia de outros que são veiculados no país, pela participação popular. O termo “engessado” comumente usado nas produções dos debates eleitorais é um recurso banido do modelo que será apresentado em Sarandí-Pr.

Com uma linha voltada aos reais problemas da cidade, as questões apresentadas serão feitas pela população, que através das entidades organizadoras, participam com perguntas, expondo os problemas de seu cotidiano, em urnas, que serão encaminhadas para a mesa responsável por levantar questões aos candidatos.

A comissão organizadora, formada pelas Paróquias: N.Sra das Graças; Santa Terezinha; São Paulo Apóstolo; Nossa Sra. da Esperança, ORPLES (Ordem dos Pastores) e UNISAM (União de Associações de Bairros de Sarandí), decidiram de comum acordo, que a mobilização da população na produção deste debate, será o grande diferencial.

E com esta finalidade, especialistas nas áreas de desenvolvimento urbano e políticas públicas, ligados à Universidade Estadual de Maringá, e representante da imprensa, foram convidados para compor a mesa questionadora, que argüirão os candidatos, às questões dos problemas da população.

Para que o debate mantenha o alto nível de transparência e lisura, a organização compôs uma mesa fiscalizadora sob a responsabilidade da OAB (Maringá), SER (Sociedade Éticamente Responsável) e da ORPLES (Ordem dos Pastores)
Sendo assim, os candidatos terão assegurados também seus direitos, quando ofendidos moralmente.

O mediador do Debate será o radialista Antonio Santos, conhecedor dos problemas da cidade.

Através de seu programa, veiculado por anos na rádio Banda1 de Sarandí, promoveu discussões de problemas enfrentados pela população, contribuindo para com a melhoria de qualidade de vida, principalmente das comunidades mais carentes da população.

O compromisso da comissão organizadora neste evento histórico para a cidade será consolidar os valores democráticos e ser uma das ferramentas para o eleitor Sarandiense escolher corretamente seu candidato a prefeito. Seguindo a linha:” Voto não tem preço. Tem conseqüência” a comissão organizadora espera que o Debate esclareça à população a importância do voto consciente.

Assista ao vivo ao DEBATE ELEITORAL com candidatos a PREFEITO de Sarandí-PR, acessando http://www.controlesocialdesarandi.com.br/

Informações:
Padre Décio- 44-88137740
Coordenador Geral